WhatsApp Image 2020-04-21 at 22.41.08.jpeg

Apresentação

 

 

Sejam bem-vindos ao nosso quilombo literal: Coletivo Letras Negras, onde luta e resistência são sinônimos de herança da raça e etnia. Aqui nos organizamos para lutar no campo das ideias com a literatura e nossas armas são as palavras, versos e trovas...

Zumbi dos Palmares “aquilombou” nosso povo para resistir, lutar por liberdade na Serra da Barriga! Lá resistimos e lutamos, representados por nossos ancestrais.

Nosso intuito no coletivo é nos aquilombar, nos organizar, fazer resistência e fronte aos que querem nos enfraquecer, negar nossa existência e nos destruir, mas não só fisicamente, nossa origem, nossa identidade, de modo a não sobrar nada.

Quando criança não tive referência de escritores negros na escola, passei meu Ensino Fundamental e médio sem sequer saber se algum negro conseguira enfrentar tudo e a todos e se destacar em algo. Fui saber mais tarde que isso era e é proposital.

Na faculdade fiz um projeto de conclusão de curso e desencorajaram-me a seguir, projeto sobre a “Poesia Marginal”, resisti e meu sonho e lema era: ocupar os espaços... Já que as editoras não nos querem lá editando nossos livros, vamos resistir! Já que os concursos ainda são na maioria elitistas e não querem o cotidiano negro, vamos resistir!

Participando de vários saraus e encontrando a nossa gente preta declamando seus poemas em sangue, resolvi aquilombar nos em um movimento a dar voz a novos e conhecidos escritores negros, daí nasceu o coletivo Letras Negras e neste Quilombo também vamos fazer como nosso líder Zumbi dos Palmares: organizarmos em textos, livros, em volumes e volumes de resistência, luta e história literalmente.

 


 

Ivan Reis

Organizador