WhatsApp Image 2020-04-21 at 22.41.08.jpeg

Os Autores

 

Anna Magalhães

Anna Claudia Magalhães

Nasceu em 1989 em São José do Rio Preto. Formada em Licenciatura em Letras pela Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho (UNESP) Campus São José do Rio Preto, atua no meio artístico cultural como escritora, poeta e artista visual. Sua produção percorre variados tipos de textos sendo estes escritos e falados, como poesias, é desde 2015 integrante do coletivo Pretas PalaBRas, crônicas e artigos de opinião, foi articulista do jornal Diário da Região de 2015 a 2019 e fez parte da publicação “Baiacu” editada por Laerte e Angeli em 2018.

 

Bicho de Mato

Cairo Francisco Seidl Neres Rodrigues

Músico e jardineiro. Planto sementes com palavras desde 2015 por um mundo florido de amor.

 

Carlos de Assumpção

Professor advogado poeta com 4 livros publicados. CD em parceria com o poeta Cuti

 

Claudia Prestes

Cláudia Regina dos Santos Prestes

Natural de São José do Rio Preto/SP. Capoeirista, professora de danças populares, professora de artes visuais graduada e especializada pela Universidade Estadual de Londrina, artista visual com participação em exposições individuais e coletivas, pesquisadora em História, Arte e Cultura afro-brasileiras e africanas e de Educação das Relações Étnico-Raciais.

 

Crikinha

Cristiane Miranda Corrêa

Concluí o ensino fundamental.

Trabalho na área administrativa de material elétrico.

 

Darok Viana

Elias Viana dos Santos Junior

Web Designer, Musicista e ativista político nos segmentos de negritude, cultura e juventude. Graduado em Tecnologia em Desenvolvimento de Jogos Digitais em 2011 pela instituição UniSalesiano de Araçatuba, iniciou sua trajetória política em 2010, através da União da Juventude Socialista (UJS) e do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), posteriormente vinculando-se à União de Negros Pela Igualdade (UNEGRO), às quais integra até os dias atuais.

Foi membro-fundador da Organização Social de Culturas e Esportes Alternativos (OSCEA) em Birigui, a partir da qual foi eleito membro titular do Conselho Municipal de Cultura no mesmo município, sendo eleito presidente no biênio 2014/2015.

Funcionário Público em São José do Rio Preto desde 2017, atualmente é presidente do Conselho Municipal Afro em gestão iniciada em 2019, sendo também dirigente no Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil em São José do Rio Preto.

 

Dill Santos

Dilceia Shirley Santos

Idealizadora e dançarina do Ciadedanca PROCURU, ativista e membra Piquenique com as Pretas, Líder Da Causa Igualdade Racial no GMDB (Grupo Mulheres do Brasil - S.J do Rio Preto), Idealizadora Projeto Aquário - Pescando Vidas.

 

DJ Preto EL

Elton Aparecido de Oliveira

DJ Preto EL tem participado dos principais festivais de música do mundo. Entre eles estão o Atlantic Music Expo em Praia, Cabo Verde e; WOMEX, Europa.

Trabalhou nos remixes das músicas “The Only Thing To Do” da cantora britânica Bella Hardy e, também no remix da música “Caminito Viejo” da cantora chilena Pascuala por meio do coletivo Global Club Music Network.

Atualmente, desenvolve o projeto “Resistência Artística” e está preparando seu disco intitulado “Na Faculdade da Vida”.

 

Iberê

Iberê Araujo da Conceição

Cresceu na rua 5 do Jardim Ana Célia, Zona Norte de S.J. do Rio Preto. Biomédico pela Unesp de Botucatu. Em 2015 iniciou o curso em Ciências Sociais na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Desde 2016 integra o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB-UFSCar), pesquisando sobre Educação para as Relações Étnico-Raciais, Ações Afirmativas, Diáspora africana e Identidade. Em 2016 foi estagiário da Secretaria de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade na UFSCar. Em 2017 foi professor do Cursinho da UFSCar, ministrando a disciplina de Africanidades. Atualmente faz mestrado em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar.

 

Ivan Reis

Ivan dos Reis Miranda

Poeta Negro e Artista Plástico

Educador Social na Fundação CASA

Formado em Sociologia e Letras.

Fundador do Grupo de Escritores da Grande ABC em 2004, Professor.

Ativista Negro, Ativista Literário.

 

J. P. Rodrigues

João Paulo M. Rodrigues

Psicólogo clínico e organizacional e pesquisador da saúde mental da população negra, tendo publicado o artigo “As Construções Psicossociais do Racismo e Seus Reflexos na Saúde Mental”.

No mundo artístico ainda na adolescência, percebe que poderia expor, através da escrita, todos os pensamentos e sentimento confusos, frutos da violência cotidiana e dos desafios que o mundo nos impõe. Isso rendeu uma coleção de centenas de textos autorais, ainda não publicados, em variados estilos literários, que apresento e saraus, slam de poesias e outras atividades culturais da cidade.

No mundo político e de militância anti-racista, desde 2009, aos 18 anos, participando da II CORPIR – Conferência Regional de Promoção da Igualdade Racial, tendo sido delegado a representar São José do Rio Preto e região na II CEPIR/SP – Conferência de Igualdade Racial do Estado de São Paulo, também em 2009.

Na sequência, conferencista regional da igualdade racial na III e IV CORPIR (2013 e 2017, respectivamente), conferencista estadual na III e IV CEPIR/SP (2013 e 2018, respectivamente) e conferencista nacional na IV CONAPIR – Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (2018). Também conselheiro municipal no Conselho Afro-Brasileiro de São José do Rio Preto, no biênio 2017-2018, tendo ocupado o cargo de 1º Secretário na diretoria do Conselho.

Umbandista e iniciado no culto ao Orixá Ayan – divindade da música, da dança, da arte e da poesia – e no culto Ifá – divindade oracular –, dentro da tradição umbandista de Pai Guiné d’Angola, desde 2009, através do Pai William do Carmo Oliveira (Me. Obashanan).

 

Kevim Silva
Larissa Santos
Tamires Santos

Participantes da Cia PROCURU (Projeto Cultura de Rua).

Teve sua criação em 22 de Novembro de 2015, como fruto de uma ideia desenvolvida pelo professor hip Hop Paulo Teixeira e sua esposa Dill Santos.

Tem em seu elenco, crianças, jovens, entre idades de 04 a 23 anos e adultos que amam a dança e criar seu próprios repertório. Apresentações em São José do Rio Preto e região e cidade de São Paulo.

 

L.N.

L.N.

Adolescente em Medida Socioeducativa de Semiliberdade de São José só Rio Preto.

Está no Ensino Médio

Matriculado no Curso de Aux. Administrativo no SENAC

 

Luis Mendes

Luis Antonio Mendes

Nascido em São Joaquim da Barra estado de São Paulo. Desde cedo entrou em contato com a pobreza e a vida dura destas populações, assim como também, com a sua religiosidade, em especial as de matrizes africanas. Entrou em contato com os movimentos de reivindicações e também os movimentos culturais na região do Itaim Paulista. Frequentou rodas de capoeiras e toca na bateria da Unidos de Santa Bárbara. Também teve um de seus textos adaptado e encenado ao ar livre na Praça de Oxum, na Bahia. Outro texto foi solicitado para uma tese de doutorado na Universidade de Coimbra em Portugal. Foi convidado para uma roda de conversa entre professores no CÉU Paraisópolis. Ultimamente trabalho como orientador sócio educativo em um centro de acolhida para homens acima dos dezoito anos em situação de rua. Meus Contos/Crônicas urbanas, escritas no decorrer da vida, mesclam ficção e cotidiano da vida nas periferias da cidade de São Paulo, tendo como base, os acontecimentos triviais do dia a dia, trazendo como protagonistas os grupos vulneráveis da sociedade paulistana, que passam invisíveis aos olhos da grande cidade, como negros, mulheres, andarilhos, jovens, enfim, mesclado com figuras mitológicas das culturas africanas e européias, com encontros e diálogos que promovem uma cartáse entre o real e o imaginário, entre a realidade e o fantástico, trazendo à uma reflexão sobre as questões políticas, sociais e ideológicas do nosso País, de maneira leve, mas ao mesmo tempo contundente. Tais encontros podem ocorrer nos mais variados lugares, mas em geral acontecem nas encruzilhadas, local conhecidamente mágico para a maioria dos brasileiros. Para tal, além das pesquisas, discussões que aparecem na rotina do dia a dia, trago pesquisa de elementos culturais da cultura Yorubá, palco das principais crenças da população brasileira, evidenciando assim a miscigenação presente em nossa população, e que nas periferias da grande metrópole, não foge a regra.

 

Mário Buguelo

Mário de Oliveira

Educador, coordenador pedagógico da OSC Soporhoje, vocalista da banda identidade nação. A vida é o espaço para que ela seja sempre vida em qualquer circunstâncias!

 

Matheus Solem

Matheus José Silva de Sousa

Um homem preto e gay com 22 anos de Formiga - Minas Gerais, graduando Tecnologia em Design de Moda pelo IFSULDEMINAS - Campus Passos e integrante do Coletivo Negro AFROIF.

 

Mayara Ísis

Mayara Ísis Rocha Guimarães

Mini-bio

(...) PRETA, MULHER, POETA EM TRANSE * Mayara Ísis é preta, feminista, escritora, poeta, pesquisadora e pertencente de religiões de matrizes africanas. Poeta residente e produtora no coletivo Pretas PalaBRas. Militante na resistência e sobrevivência de seu povo é co-coordenadora do Òbàrá Afro Cultural. Com experiência em produções de eventos desde 2010 e repertório poético, em 2019 idealiza e dá luz a um de seus mais queridos frutos, o Sarau Versos Que Te Fiz, voltado à expressão artística do afeto em suas mais diversas linguagens.

 

Miriam Oliveira

Miriam das Graças Oliveira

Sou esposa, filha e madrasta. Assistente social por vocação e apaixonada pelo material humano. Estou em construção e desconstrução constantemente, com alma inquieta.

 

Nega Bá

Bárbara de Oliveira Moura

Fundadora do projeto “Negros Afetos” que tem por objetivo amenizar as consequências da misoginia, racismo e LGBTfobia na saúde mental das minorias da região de São José do Rio Preto com rodas de conversa e workshops de autocuidado para a população LGBTQIA+ e/ou negra de forma totalmente gratuita. Escrevivente, semeadora de afeto. Bá

 

Neguim Suspeito

Neusvaldo Ribeiro Santos

Conhecido no movimento Hip Hop como Neguim Suspeito ,um MC que fala sobre a realidade que vive a do país e o que almeja pra futuras gerações ,está na atividade desde o ano 1998 e também escreve poesias para expressar sua arte.

 

Osvaldo

Osvaldo Luis do Nascimento

Engenheiro Eletrônico formado pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie, cursou Administração de Empresas para Graduados pela Fundação Getúlio Vargas, Formação de Executivos pela Harvard Business School em Boston, MA, MBA pela Fundação Dom Cabral. Atuou profissionalmente nas áreas de Engenharia, Tecnologia da Informação, Vendas, Arrendamento Mercantil e Recursos Humanos. É empresário e desenvolve projetos nas áreas de capacitação profissional, empreendedorismo e diversidade.

 

Pammella Galdino

Pammella Barbosa Galdino

Pammella Galdino, assistente social formada pela UFRJ, atualmente atua na prefeitura de São José do Rio Preto e mestranda do programa de pós graduação da Puc SP

 

Pedro Mattos

Pedro Henrique da Silva Mattos

20 anos

Ensino médio completo

Cursando superior em ciências Biológicas

Escritor da Página Dois Gumes d’Arte

Trabalhando atualmente na empresa Coca Cola Femsa

 

Pedro Bruxo

Pedro Felipe Pinheiro Scannavino

Produtor musical, Compositor, Mc, Secretario

 

Plínio Camillo

Plínio Luiz da Silva Camillo

Negro de pai e mãe.

Nascido em Ribeirão Preto em 26 de novembro de 1960, reside em São Paulo desde 1984, tendo vivido em Santo André, Piracicaba e Campinas.

Ator, roteirista, diretor teatral, palestrante e educador social.

Escritor com doze (12) livros publicados

 

Poeta Jó

José Cardoso da Silva

Escritor

Baiano, da cidade de Itagi

25 anos

 

Preto Brasileiro

Lucas Vinicius da Silva Brasileiro

Filho de mãe solteira, preta e guerreira, fã de literatura marginal, poeta e amante de freestyle.

Casado com a Camila e pai do Lucca aos vinte sete, minha vida é uma grande metamorfose.

SEMPRE FUI SONHADOR E SONHAR SEMPRE ME MANTEVE VIVO.

 

Profeta

Manoel Messias Pereira

Professor aposentado, poeta, escritor, membro da Academia de Letras do Brasil, estudioso da cultura afro.

Membro do Coletivo Minervino de Oliveira de São José do Rio Preto.

 

Roosevelt Coopling

Roosevelt Carlos de Oliveira

Formado em Letras pela Universidade Federal de São Carlos em 2003, Roosevelt é professor de Inglês desde sua formação. Tem vivido a temática do negro em ambientes de negócios e a luta dos mesmos para o reconhecimento da Cultura Afro-Brasileira em suas diferentes dimensões.

 

Tatiane Souza

Tatiane Pereira de Souza

Professora na Universidade Federal de Uberlândia-MG. Congadeira do Terno de Congada Chapéus de Fitas, Pedagoga, Mestre em Educação pela UFSCar, Doutorado em Ciências Sociais pela UNESP. Fundadora do projeto @afroeducar

 

Tiago

Tiago Vinícius Andre dos Santos

Advogado, mestre e doutor em Direitos Humanos.